Alemanha- Munique e Fussen


munique-5.jpg

Munique é uma cidade contagiante, vibrante, moderna, com gente jovem e animada e com muita, muita cerveja rolando todo o tempo.

Estávamos em Praga, e para chegar a Munique pegamos um ônibus da DB IC bus, que nos deixava em uma cidade vizinha, fazendo uma conexão de trem para chegar até lá, tudo incluído em um único bilhete.

Carro não é necessário para conhecer a cidade, pois é um dos transportes mais eficientes que já vi. Você consegue conhecer toda a cidade de trem e metrô.

Fomos no verão, no mês de agosto, mas mesmo no verão a cidade estava cinzenta, com alguns dias de chuvas e frio, tive que até providenciar blusa de frio para encarar o “verão alemão”.

Ficamos hospedados próximo ao centro, há alguns quarteirões da praça Marienplatz, que aliás é um dos lugares mais movimentados e gostosos de passear da cidade, lá você encontrará a sede da prefeitura, em um dos dias que passeávamos, tivemos o prazer de assistir a orquestra militar ao ar livre, mas todos os dias que você passear pela região, encontrará artistas de rua, aliás bem talentosos por sinal.

O Hard Rock café Munique também fica nessa região e algumas das melhores cervejarias da cidade, como a tradicionalíssima Hofhbrahaus e a igreja Frauenkirche.

Não perca a visita a cervejaria Hofbrahaus, um ambiente descontraído, com mesas de madeira compartilhadas, os garçons todos vestidos a caráter, a cerveja na caneca de 1 litro sendo servida em todas as mesas, a banda tipicamente alemã tocando o tempo todo, e a comida também super tradicional. Comemos um joelho de porco, incrível, que nos ajudou a enfrentar o frio e brindamos com franceses e ingleses que estavam sentados com a gente, experiência maravilhosa!

Saindo de lá, siga pela Viktualienmarkt, é uma praça, com muitas mesas de madeiras, em estilo picnin, que os bávaros, sentam para tomar sua cerveja, comer os salsichões e linguiças, também almoçamos um dia por lá, para sentir um pouco da cultura e estilo de vida, e também é parada obrigatória. Nessa praça funciona uma feirinha, com frutas e produtos frescos.

Mas a cereja do bolo, é uma galeria maravilhosa chamada Schrannenhalle, o Eataly de Munique, com muitos bistrôs franceses, muitos queijos e vinhos.

E no subsolo, uma loja da Milka, que me rendeu alguns quilinhos a mais. Tem todos os tipos de chocolates da Milka, por um excelente preço, além de pelúcias, chaveiros e outros produtos dessa amada vaquinha. Reserve algumas horas para esse lugar, pois vai valer a pena.

Passe pelo menos metade do dia no Englischer Garten, que é um parque maravilhoso, muito extenso e bem visitado, fomos em um dia de chuva e mesmo assim estava cheio.

A maior atração do parque, é um rio com ondas artificiais, onde os alemães praticam Surf, uma multidão de gente se reúne para assistir, é muito interessante, já quem não tem praia, criaram a sua própria maneira!

Como o parque é muito extenso, alugamos uma bicicleta elétrica com motorista, um rapaz extremamente simpático, que explicou todos os pontos nos quais passamos durante o passeio.

Esse mesmo rapaz nos contou, que nos dias quentes de verão intenso, esse parque também é utilizado pelos alemães para tomar sol, e a mulherada fica em uma parte reservada do parque fazendo topless, achamos bem engraçado.

Outra parada obrigatória no parque é a Chinesischer Turm, outro local frenquentado pelos alemães para tomar uma cervejinha e comer os pratos típicos da região.

Os apaixonados por carros, precisam conhecer o Museu da BMW, é uma exposição permanente, que conta toda a história da BMW, desde os carros antigos, até os carrões que são sonhos de consumo de muita gente, eu adorei! Muita tecnologia envolvida, e você pode entrar, olhar, tirar fotos a vontade!

Um dos meus lugares favoritos, pertinho do Museu da BMW, foi o Olimpiapark Munique, o parque foi construído para as olimpíadas de 1972, e hoje é utilizado para festas, festivais, concertos e exposições.

Tem um parque para a criançada, e é cercado de um lago, e claro, não podem faltar as famosas mesinhas de picnic, muita comida e cerveja. Esse lugar é incrível, eu passaria um dia inteiro lá. Tivemos a sorte de pegar um domingo de sol maravilhoso, me apaixonei por esse lugar!

Para os amantes do Futebol, faça a visita no estádio do Bayer de Munique. Um pouco mais afastado do centro, mas bem fácil de chegar de metrô.

Para completar a visita, vá até Fussen, você consegue chegar lá de trem, através da estação central de Munique.

O caminho até a cidade, já é de encher os olhos, e a cidade é um verdadeiro conto de fadas. É localizada há aproximadamente 100km de Munique, o trajeto é bem tranquilo e como disse, encantador.

Ao chegar lá, de uma volta no pequeno centro, lá tem muitas opções para almoço. Após o passeio, pegue o ônibus que te levará, até o complexo, onde você compra a entrada para os Castelos.

As visitas são agendadas e com horário marcado, como perdemos muito tempo, nos perdendo pelas ruas da cidadezinha, ficou um pouco tarde para o tour dentro do castelo, mas aposto que a vista de fora é muito mais bonita!

Existem 2 castelos na região:  Hohenschwangau e Neuschwanstein, o segundo foi o Castelo que Walt Disney se inspirou para construir o Castelo da Cinderela, então nem preciso mencionar que é o mais bonito né? Se ele se encantou, imagina nós “meros mortais”?

Para chegar ao Castelo, você vai ter que enfrentar uma boa subida, algumas pessoas sobem de charrete, mas eu claro, morri de dó dos pobres cavalos e subi a pé mesmo, e olha que no meio do caminho caiu aquela chuva!

Prepare a máquina tire muitas e muitas fotos os Castelo! A vista da ponte Marienbrucke é o melhor lugar para se tirar uma foto do castelo por inteiro, porém para nossa alegria, caiu uma tempestade quando estávamos lá tirando nossas “fotos dos sonhos”, mas de lá, além da visão dos Castelo, você consegue avistar os lagos e montanhas completando o cenário, é apaixonante, só de escrever meu coração se enche de saudades!

Falar sobre a Alemanha, é morrer de saudades e querer correr para comprar uma passagem aérea e viver tudo de novo! Ver um país em que as coisas funcionam perfeitamente, além da educação e cordialidade realmente não dá nem vontade de voltar para a realidade!