Austrália- Sidney


IMG_0243.jpg


Há muito tempo, eu sonhava em conhecer a Austrália, e fui com um grau de expectativa altíssimo, e sem dúvida cada pedacinho desse lugar me encantou, surpreendendo muito mais do que eu esperava.

Para começar a viagem pela Austrália, não se esqueça do visto, você consegue fazer o visto pela internet mesmo, e acredite, eles mandam a aprovação algumas horas depois, não é muito barato, mas pelo menos é bem mais prático do que o visto americano.  Tem duração curta (3 meses) a partir da data de sua entrada no país.

A vacina da febre amarela também é obrigatória, só tem alguns lugares que emitem a carteira de vacinação internacional que eles solicitam na entrada do país, então pesquise antes de tomar a vacina, para não ter dois trabalhos, e de fato eles me pediram na imigração o ceritificado.

Fomos com a Cia aérea Qantas, e posso dizer que foi uma das melhores que já voei, por ser um voo extremante longo. Achei bem confortável.

Sai do Brasil com conexão em Santiago do Chile, e de lá já fui direto para Sidney.

O transporte público é excelente, saímos do aeroporto de metro, direto para o nosso hotel, ficamos hospedados no Travelodge Wynyard. Hotel muito bom e bem próximo dos melhores pontos turísticos.

Chegamos a noite, e o fuso horário de 12hs, judiou bastante, mas não perdemos tempo de conhecer essa cidade que estava nos meus sonhos há muito tempo.

Demos uma passadinha em um barzinho que se chama The Morisson bar e saboreamos um hambúrguer delicioso, e seguimos em direção à Opera House.

Chegamos no Opera House, que é um dos teatros mais famosos do mundo, o verdadeiro cartão postal de Sidney, onde as pessoas comemoram a entrada do ano novo.

Conhecemos a parte externa, mas não chegamos a fazer a visita interna guiada. Outra opção para se conhecer é assistir a uma ópera, concerto ou apresentações de Ballet.

De lá você tem a visão incrível da Baia de Sidney, e da Harbour Bridge, nós passamos ali praticamente todos os dias, só para ter aquela sensação maravilhosa de estar na Austrália!

Tem muitos restaurantes, cafeterias e bares na região, na sexta a gente consegue ver muitas pessoas saindo do trabalho para fazer Happy Hour, o lugar é incrível.

Falando em Harbour Bridge para os corajosos de plantão, você pode escalar a ponte, acredito que a visão deve ser espetacular, mas não sou tão corajosa assim, além de ser bem caro. Preferimos passear em cima da ponte mesmo, pegamos a maior chuva, mas foi super- divertido, e rendeu excelentes paisagens.

Se você não estiver próximo a região, é só descer na estação Circular Quay e aproveitar.

No outro dia, seguimos para o Featherdale Wildlife Park , na verdade em Sidney tem o Taronga Zoo, só que tem outros animais além dos residentes da Austrália, então preferimos ir para o Featherdale, que fica há 1h de Sidney,  você consegue ir de metro.

E foi a melhor coisa que fizemos, os cangurus e wallabies menores ficam soltos e você pode alimentá-los e passar a mão, você consegue achar lá o diabo da Tasmania, Possum, Cacatuas, Vombate e os queridinhos coalas, tem um santuário de Coalas lá, é demais gente!!! Tiramos fotos e pudemos fazer carinho neles também. Imperdível!

De lá seguimos para a Darling Harbour, claro que me lembrei do desenho “Procurando Nemo” e achei incrível a perfeição de detalhes do desenho.

É a região do porto, onde você vê gente passando o tempo todo, de sábado tem um show de fogos, simplesmente por que é sábado e deve ser comemorado, acredita nesse lugar?

Tem muitos cafés e restaurantes, fomos no Hard Rock Café, e um dia a noite aproveitamos um chocolate quente na Lindt. Mas são inúmeras as opções, esse lugar é uma delícia!

Para quem estiver com saudades do Brasil, tem um restaurante Brasileiro, o Braza Restaurant, tem rodizio de carne, e tem também nosso famoso PF (prato feito), achei o atendimento e a comida excelentes, apesar de ter sido o PF mais caro que já comi rs


No outro dia fizemos o que eu diria um passeio obrigatório de Sidney, pegamos um ônibus e fomos até Coogee e fizemos a trilha de aproximadamente 5km para Bondi Beach, difícil é chegar em Bondi sem parar muitas vezes pelo trajeto,  com tantos lugares fantásticos para tirar fotos.  A trilha tem uma visão incrível do mar, tem um cemitério no caminho, isso é que é descansar em paz! Alguns banquinhos para descanso e muita gente correndo e caminhando.

Em Bondi, tem uma das maiores piscinas públicas que vi na Austrália, pois é, além desse lugar ser fantástico, você ainda pode aproveitar as piscinas públicas espalhadas por todas as praias, não dá para ser melhor né? Ou melhor seria se a água do mar fosse um pouco mais quente, é bem geladinha!

Em Bondi tem um centrinho com restaurantes e lojas. Eu amei esse lugar, experimentamos um fish and chips, famoso na AUS, nada mais é que peixe com batata, uma delícia! 

 Saindo de lá, já com saudades, seguimos para a região The Rocks, um local muito charmoso, com muitas construções inglesas. Muitos restaurantes e lojinhas também, e bem próximo da Harbour Bridge, foi desse local que seguimos para passear em cima da ponte, tem uma vista bem bonita da Opera House.

Como em toda grande cidade, em Sidney também encontramos a Chinatown, fomos lá para conferir, e aproveitamos para comprar todas as lembrancinhas, por um preço bem mais acessível, além disso nos divertimos muito, de fato os chineses são bem maluquinhos e para garantir a venda, eles fazem qualquer negócio rs

Para chegar até lá, você passa pelo centro de Sidney, igrejas, shoppings e lojas, muita gente andando nas ruas, uma delícia de passeio!


A tarde fomos ao Jardim Botânico, além de belíssimo, você tem uma das melhores visões da Opera House e a Harbour, vimos o pôr do sol de lá. É uma emoção inexplicável, uma cidade fantástica, vibrante, o mar, o fato de você estar há muitos quilômetros de distância de casa, e a dor no coração de estar quase no final a nossa estadia na Austrália, essa mistura nos trouxe uma explosão de sentimentos!  No Jardim botânico tem muitas cacatuas, e vimos possuns também, vale a pena passar uma tarde inteira lá!

Para o último dia, pegamos o Ferry Boat e seguimos para Manly Beach na Circular Quay, fiquei simplesmente apaixonada por Manly, parece uma cidade de interior com praia, andamos até Shelly Beach, mais uma piscina pública linda, e uma praia pequenina e deliciosa, fizemos uma trilha e conseguimos ver muitos surfistas aproveitando as ondas.

Reserve um dia pra Manly, tem muitos restaurantes e a estrutura é excelente, foi um dos meus lugares favoritos de Sidney. 

Acho que tentei resumir o máximo essa cidade, que é uma das minhas favoritas, difícil foi voltar para a realidade depois de tanto contato com a natureza, mas a Austrália conquista o coração de qualquer um, cada rua que você entra é uma surpresa diferente,  uma estrutura de dar inveja, algumas ruas você se sente na Bervely Hills, outras aquele clima delicioso de praia, e outros lugares com cara de interior, muito verde e muitos animais que você não encontra em nenhum outro lugar. Essa mistura transforma essa cidade e esse país, um lugar único no mundo!