Espanha- Madri


IMG_5955.jpg

É uma cidade excelente pra turistar! Opções não faltam de cultura, lazer, diversão, compras...

Foi a primeira vez que fizemos uma viagem de trem, saindo de Barcelona, e foi excelente! Rápido e prático. 

Nos hospedamos em um hotel bem próximo ao centro, chamado JC Rooms Santo Domingo, recomendo, excelente custo-benefício!

Fomos em agosto, verão muito intenso, muitas pessoas passeando pelas ruas e parques, para os que adoram sol, céu azul e muito calor, irão amar as altas temperaturas!

Os pontos turísticos de Madri são inúmeros, e você consegue fazer tudo andando , mais andando muito, claro. Se não tem tanto pique assim, pode utilizar o metrô.

Cuidado com os batedores de carteira, infelizmente fomos assaltados lá, e isso deu uma desanimada.

Tem umas mulheres, parecidas com ciganas, oferecendo show de Flamenco gratuito, e enquanto elas te abordam, pedindo somente uma moeda “simbólica” para assistir o show, rapidamente ela leva seu dinheiro, não dê atenção para ninguém querendo vender ou ofertar nada nas ruas, infelizmente, tem que ser assim!

Comece seu passeio pelo centro, pode iniciar conhecendo a Plaza Mayor, cercada de bares, restaurantes e muitos artistas de rua,  ou Puerta Del Sol. 

A Puerta del Sol, é o palco para comemoração da passagem de ano. A praça é o marco zero, nela existe estação de metrô, parada dos ônibus, ônibus de citytour, várias lojas e restaurantes.

Vá até o Palácio Real, residência do Rei da Espanha, lindíssimo, tem alguns artistas de rua ali, e rendem excelentes e lindíssimas fotos, não pode faltar no roteiro! O Palácio possui mil quartos, e claro, a maioria nunca utilizados.

Se você estiver em Madrid na primeira terça-feira do mês (exceto agosto, setembro ou se o dia estiver chuvoso) não deixe de assistir a solene troca da Guarda Real no palácio. Participam 429 guardas e 105 cavalos. 


Reserve pelo menos metade do dia para conhecer o parque Del Retiro, um parque encantador, com muito verde, muitas esculturas, apresentações, tem um lago no qual você pode também andar de pedalinho, e é uma surpresa a cada passo, foi um dos lugares que mais gostei de Madri, eu amo parques, e esse com certeza esse  é muito especial!

Saindo de lá, passe para tirar umas fotos na Puerta del Alcalá, é um monumento bem próximo ao parque, localizado na Praça da Independência, e de lá siga para a Gran Via, uma das principais ruas de Madrid. Com muitas lojas, restaurantes e lugares para comprar lembrancinhas. Eu estava hospedada no início dessa rua. Ela é muito grande, então os pés vão doer ao final do dia.

Apesar de ser muito contra as touradas,, fomos visitar o estádio de Las Ventas, pois faz parte da cultura dos espanhóis, é a maior praça de touros da Espanha e a segunda do mundo (perde apenas para o México). É um evento grandioso para os espanhóis. Dia de festa.

As touradas acontecem todos os domingos entre março e outubro.Fomos apenas para a visitação, mas confesso que esse espetáculo me deixa bem triste em saber que ainda existem animais que sofrem, somente pela ambição do ser humano.

Não tivemos tempo nem oportunidade de conhecer o Estádio do Real Madri, mais para os que amam futebol, tem uma visita guiada que custa 16 euros. Quem tiver mais tempo, vale a visita! Dá uma olhada também pra ver se não está tendo nenhum campeonato que você possa assistir um jogo. Assistimos no estádio do Barça e foi uma experiência incrível.

Para os mais preguiçosos, Madri também dispõe daquele ônibus vermelhinho que passa por todos os pontos turísticos, é que a gente ama andar e conhecer as cidades a pé, principalmente para conhecer um pouco do dia a dia dos locais, e não ficar somente naquele “modo turista”.

Madri tem muitos museus. Confesso que não é o meu tipo de passeio favorito, mas para quem gosta, aí vão as dicas:

 MUSEU DO PRADO: um dos mais visitados de Madri, bem turístico, lá está o maior acervo de Goya e Velazquez, os principais pintores da Espanha, que ilustraram a história do país em belíssimos quadros. 

MUSEU THYSSEN-BORNEMISZA: as obras são todas da coleção particular do Barão de Thyssen-Bornemisza, que foram compradas ao longo dos anos e, posteriormente vendidas ao Estado.

CENTRO DE ARTE REINA SOFIA: É possível que você já tenha ouvido falar do Reina Sofia pois é nele que está uma das mais importantes e grandiosas obras do século XX: Guernica, de Picasso. De fato, essa é a principal atração do museu e costuma ficar quase tão lotada quanto a Mona Lisa no Louvre.

Não saia de Madri sem conhecer o Mercado de San Miguel, aproveite para experimentar umas tapas, ou tomar um vinho, o mercado é muito bonito, e com certeza vale a visita! Infelizmente eu não passei muito bem nesse dia, então só fiquei olhando as guloseimas, mas parece ser tudo muito bom!

Acho que falei sobre o principal de Madri, se tiver oportunidade de assistir um show de Flamenco, também vale a pena, para conhecer um pouco mais dessa dança tão culturalmente espanhola.

É isso gente! Aproveitem!