Espanha- Palma de Mallorca


IMG_7073.JPG

Palma de Mallorca é aquele lugar que depois de passar por várias cidades da Europa, com longas caminhadas, você poderá descansar, relaxar e aproveitar a beleza natural desse lugar.

É bem diferente das grandes capitais como Barcelona e Madri, você se sente bem mais à vontade para caminhar com tranquilidade, sem medo dos batedores de carteira.

As Baleares são compostas por três ilhas maiores (Mallorca, Menorca e Ibiza), duas menores (Formentera e Cabrera). E tem atração para todos os gostos, para quem gosta de mais badalação e curtição Ibiza é a ilha perfeita. Para quem quer curtir o sossego com a família, recomendo Mallorca.

Para quem procura agitação e praias mais movimentadas em Mallorca recomendo ficar na região sul, em lugares como os balneários de Santa Ponsa, Palma Nova e a bela Magaluf. Para quem quer só descansar, a costa noroeste (onde ficamos) é perfeita.

Para chegar em Mallorca, você pode pegar um voo, ou pegar um ferry até a ilha, viemos da Alemanha através de voo, pela Ibéria.

As praias mais bonitas são mais afastadas do centro, se quiser conhecer a região central, você pode reservar um dia para ficar por lá, e depois aproveitar a ilha que oferece muitas opções de praias paradisíacas.

A bela cidade portuária também possui um centro com muitas igrejas, restaurantes, lojas e até museus. Na verdade, o que mais aproveitamos mesmo foi a paisagem, as belas praias, o lindo pôr do sol e as muitas lojinhas de souvenires que a ilha oferece.

Nós fomos no verão, então pegamos dias maravilhosos de muito calor. Ficamos em um hotel que nos ofereceu translado, chamado Perla de Sillot, super recomendo, hotel calmo, ambiente familiar, de frente para um barzinho que tocava música ao vivo até as 22hs e a gente podia assistir ao show da sacada. Fomos muito bem tratados neste hotel, chegamos quase 2hs da manhã e o recepcionista tinha deixado um café preparado para a gente com algumas guloseimas. O jantar era sempre temático, além de ter shows todos os dias no período da noite no saguão do hotel.  

Na ilha,  nossa locomoção foi através de caminhada e bicicleta. Lá você consegue alugar bicicleta por um preço excelente, e pode explorar todas as ilhas andando bem do ladinho do mar.

A ilha tem muitos franceses e alemães, não encontramos nenhum brasileiro durante toda nossa estadia. A alimentação é bem em conta, ficamos num hotel meia pensão, mas nossas refeições fora do hotel foram muito acessíveis.

Ficamos em Si’llot beach, aproximadamente 70km do centro de Mallorca, a praia é de um tom azul inacreditável, não tem onda e é limpíssima, um encanto! Dava vontade de ficar ali só olhando.

Fizemos um passeio de Caiaque e o restante do dia ficamos de pernas pro ar só observando a beleza do lugar.

Próximo da região você também encontra a praia de Calla Minor, essa é mais movimentada e badalada, mas tão linda quanto. Chegamos de bicicleta até essa outra parte da ilha.

Mais a cereja do bolo mesmo se chama Calla Morlanda, é a praia onde os pequenos cruzeiros fazem parada.

Para chegar até a praia você tem que descer uma espécie de barranco, não tem aquela praia cheia de areia, que todo mundo fica lá tomando sol, é tudo meio adaptado, mas acredite, é um pedaço do paraíso, o visual é fantástico, além do que vale uma visita no final da tarde para ver o pôr do sol.

Tem também na região, um lugar chamado Cuevas del Drachas são grutas no interior de uma caverna que esconde um lago subterrâneo, o lago Martel que é considerado um dos lagos subterrâneos maiores do mundo.

Na volta para Barcelona retornamos pelo Port d'Alcudia através de ferry. Fizemos a travessia com a empresa Balearia, também recomendo o passeio.

A viagem dura aproximadamente 8hs. É bem tranquilo e a paisagem do mar mediterrâneo é fantástica.