Serra Gaúcha- RS


1.jpg

Com certeza, se você me perguntar qual foi o lugar que eu mais gostei do Brasil, não pensarei duas vezes em dizer que foi a Serra Gaúcha!!! Claro, gosto não se discute, e é claro, o Brasil tem praias maravilhosas e lugares lindíssimos de se conhecer, mas o Sul conquistou de vez meu coração depois dessa viagem!

É um lugar cheio de histórias, que fazem questão de não esquecer de suas raízes, a Colonização Alemã e Italiana, estão em todas as partes, seja na Gastronomia ou nos costumes, até mesmo na arquitetura, por isso digo que a Serra Gaúcha é a verdadeira Europa Brasileira.

Fomos de avião até Porto Alegre, e de lá pegamos um ônibus executivo da viação Citrau, foi excelente a viagem. Optamos por não alugar carro, pois já era muito tarde e como era Serra e não conhecíamos, achamos mais prudente descer de ônibus.

Ao chegar na Rodoviária de Gramado, eu já tive a certeza que iria gostar da cidade, tudo muito limpo, organizado e a hospitalidade gaúcha é algo que realmente faz a diferença!

Nos hospedamos no Querência Hotel, eu recomendo demais!!! Os quartos são espaçosos, cama Queen, aquecedor e um café da manhã maravilhoso e farto! Além das cozinheiras, que eram umas fofas, ficavam toda hora perguntando o que a gente queria comer, uma atenção super especial! O Ambiente do café muito aconchegante com lareira. E a maior surpresa, nos deixaram fazer late check-out sem pagar absolutamente nada!!! Quando eu voltar para Gramado, já tenho o lugar certo para me hospedar!

Tivemos somente o final de semana para aproveitar a cidade, então a primeira coisa que fiz, foi reservar o passeio para as Vinícolas! O passeio sai as 7 da manhã e dura o dia todo. Fomos com a Terra Turismo, empresa muito boa, que fez todos os passeios conforme o prometido!

A primeira parada foi na cidade de Nova Petrópolis na Via Malhas, cidade de colonização Alemã. Não achei os preços das malhas muito convidativos, mas também não eram abusivos, comprei somente um Cachecol de recordação e aproveitei para tomar um chocolate quente para esquentar! Aliás acertamos no final de semana! Chegamos a pegar 3 graus, com um céu azul lindíssimo, o que deixou a viagem ainda mais inesquecível! 


Depois seguimos em direção a Cantina Tonet em Caxias do Sul, que para mim foi a surpresa mais agradável da viagem, logo que descemos do ônibus, fomos recepcionados por um Sanfoneiro muito animado, que passou todo o tempo conosco tocando e cantando, deixando ainda melhor o passeio! O dono da Vinícola veio nos contar a história da sua vida e da fabricação dos vinhos, passeamos pelas vinícolas, tiramos fotos e degustamos!!!! Como degustamos! Um vinho mais delicioso que o outro, depois nos abriram as portas da Cantina Tonet, com aproximadamente 90 anos, decoração de muito bom gosto, e um almoço para lá de especial! Regado de muito vinho, massas, polenta, pães, sobremesas!! Me senti verdadeiramente na Itália! 

Com muitas saudades já, seguimos a viagem, chegamos até Bento Gonçalves para assistir o Teatro da Epopeia Italiana, uma volta ao passado, contando a história do sofrimento dos imigrantes italianos e de como eles conseguiram vencer ao chegar no Brasil e descobrir que não tinha nada do que lhes era prometido, achei muito interessante e rico culturalmente falando!

Conhecemos a Vinícola Garibaldi, com vinhos conceituados, um deles até premiado em um festival de espumantes que aconteceu na França, mais histórias e mais degustações! Compramos uma geleia de morango maravilhosa lá, além dos vinhos e licor!

De lá fomos para Carlos Barbosa, para fazer o passeio da Maria Fumaça, nós não fizemos, mas o passeio também conta um pouco da história dos imigrantes acompanhado de uma banda que toca enquanto o trem segue viagem.

O passeio termina com mais degustação de vinho, dura o dia todo e quem vai para a Serra Gaúcha e não faz esse trajeto, na minha opinião não foi para a Serra Gaúcha!

Um show de histórias, músicas, até aprendemos a cantar uma música sobre o preparo da Polenta rs , muitas degustações e paisagens que jamais serão esquecidas.

A noite fomos comer o Fondue no Chateau dos Plátanos, que ganhou a minha indicação de melhor sequência de fondue que já comi! É o único restaurante de Gramado que faz a fondue de queijo na hora, e o chocolate é da Prawer, que daqui a pouco conto mais sobre esse chocolate! 

No outro dia, acordamos com um céu azul lindíssimo, e fomos até o Lago Negro, um parque lindo que aproveitamos para fazer um passeio de pedalinho, o pessoal fica ali, tomando chimarrão e conversando ao redor do lago, achei muito legal a ideia rs

Perto desse parque fica a Vinícola Ravanello, mais a essa altura a gente não conseguia nem pensar em vinho, devido ao dia anterior rs

Saímos de lá e seguimos para Canela, tem um ônibus que sai da Rodoviária de Gramado.

No caminho passamos pela Fábrica de chocolate da Caracol e uma das lojas da Florybal, as lojas são lindíssimas e vale uma visita, e claro, dá para comprar muitos chocolates.

Mas eu confesso, os chocolates são deliciosos, mas gostei mais dos chocolates da Prawer, apesar de ser mais caro, vale experimentar pelo menos o chocolate quente.

Canela é bem menor do que Gramado, e a principal atração é a Catedral de Pedra, eleita uma das sete maravilhas do Brasil em 2010, dá um charme a mais para a cidade. Almoçamos em Canela, demos uma volta pela pequena cidade e seguimos de volta pra Gramado.

A tarde o passeio foi pela cidade de Gramado, a rua principal é Borges de Medeiros, que lugar lindo! Arquitetura alemã, passamos pela Catedral e a praça da Matriz, por onde acontece o Festival de Cinema de Gramado, Rua Coberta, com vários restaurantes charmosos.

Queria ter ido na Cafeteria Casa da Velha Bruxa, mas a fila estava enorme, mas pelo que vi, é outro lugar que vale a pena sentar para comer uma sobremesa, um chocolate ou café! 

Não se esqueça de tirar a foto clássica com o termômetro se tiver frio! Rs 

No nosso roteiro, devido da falta de tempo, ainda faltou o Mini Mundo e Snowland, que ficarão para as próximas visitas devido ao tempo curto.

A noite fomos no Pastel do Beiçola, comemos um generoso pastel, muito bom!

Queria ter ido em uma churrascaria tradicional que chama Garfo e Bombacha, além de experimentar um café da manhã Colonial, mas nas próximas visitas eu farei e conto para vocês!

Posso dizer, que foi um dos melhores finais de semana que passei viajando! Para nós brasileiros, visitar a Serra Gaúcha é parada obrigatória, a hospitalidade, a gastronomia, a beleza natural e a colonização enraizada nas pessoas que moram lá, fazem desse lugar único!